O que você precisa saber antes de implementar cartões presente na sua empresa

Uma boa solução de cartão presente pode significar um acréscimo de 1 a 3% no faturamento de um varejista. Além disso, é uma oportunidade de trazer novos clientes às suas lojas e, quando somado a vantagens como o upsell (quando um cliente gasta na loja muito mais do que o crédito do seu cartão), o cartão presente torna-se um diferencial competitivo para o varejista frente aos seus concorrentes.

Contudo, a implementação de uma boa solução pode ser muito mais complexa do que parece. . Isso porque, no final das contas, cartão presente é dinheiro, e tudo relacionado a dinheiro necessita de um sistema altamente confiável e seguro.

Por isso, talvez a mais importante dica seja: não tente fazer sozinho. Fazer sozinho pode fazer com que uma implementação de 3 meses dure mais de um ano, ou até mesmo acabar executando uma solução com tantos débitos técnicos, que levá-la adiante pode tornar-se inviável. Esse foi o caso de diversos grandes varejistas do Brasil, que depois de uma experiência frustrante na elaboração de sistemas próprios, acabaram buscando no mercado empresas cujo core business é justamente executar sistemas de cartão presente.

Isso por si já mostra que o assunto não é nada trivial. Se fosse, tais empresas não existiriam e nem estariam acumulando cada vez mais varejistas em seus portfólios. Além de oferecerem sistemas de gestão e controle de saldo de cartões com toda a robustez e confiabilidade que um sistema financeiro exige, essas empresas muitas vezes possuem integrações nativas com frentes de caixa como Linx, Protheus e TOTVS, com fornecedoras de TEF como Software Express e Auttar, e com plataformas de e-commerce como Vtex e Magento, o que torna a implementação da solução de cartão presente muito mais fácil para varejistas que trabalham com esses fornecedores.

Uma das complexidades do cartão presente é que, além de se tratar de uma solução financeira, também trata-se de um produto que precisa de um plano de marketing por trás, que demanda treinamento de vendedores e de equipes de SAC para garantir uma boa experiência para o cliente final. É aí que uma empresa especialista no assunto pode tornar as coisas muito mais fáceis.

Boas soluções de cartão presente são construídas através de projetos que oferecem tecnologia, sim, mas nos quais as empresas especialistas também entregam uma consultoria na construção de processos contábeis e fiscais, auxílio na elaboração de estratégias de marketing baseadas em seu know how de mercado, criação de estratégias de incentivo a vendedores de loja e, em alguns casos, até mesmo serviços de atendimento ao cliente final e gestão da produção dos cartões.

Além disso, muitas dessas empresas já têm parcerias consolidadas com companhias especializadas na comercialização do cartão presente com grandes corporações que desejam premiar seus funcionários. Atualmente, o volume de vendas no mercado corporativo representa mais de 60% de todo o volume vendido em cartões presente no país, muito pelo fato de não haver incidência de imposto nesse tipo de premiação. Isso faz com que uma marca bem inserida no portfólio dessas empresas gere um grande impacto sobre os resultados do cartão presente em uma companhia.

Frente à complexidade muitas vezes subestimada de implementar um sistema de cartão presente, realizar esse processo internamente ou terceirizar é uma decisão de cada varejista. Alguns tiveram sucesso construindo sistemas próprios, mas muitos outros não. O fato é que essa decisão pode ser a diferença entre uma solução que traz um importante incremento no faturamento de uma companhia e uma solução que acaba gerando tantos problemas que estará fadada ao fracasso em questão de meses.

Filipe Fortes

Gerente de Projetos da empresa Todo Cartões

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.