Os Três Segredos para um Programa de Gift Card de Sucesso: Venda Corporativa

A utilização do cartão-presente como forma de comercializar produtos e serviços para consumidores é algo que está conquistando cada vez mais espaço no Brasil, seja em loja física ou em vendas online. Mas você sabia que existe mais uma forma de utilizar o gift card, abrindo portas para outras estratégias e até mesmo beneficiando outros “públicos”?

Talvez você ainda não tenha pensado nisso, mas o que apresentaremos hoje é uma ótima opção de modelo que pode ser inserido no seu programa de cartões-presente, atingindo novas “personas” além do seu consumidor final.

Antes, algumas perguntas: Você já considerou alguma vez a possibilidade de premiar seus parceiros de alguma forma, oferecendo benefícios por algum motivo específico? Como você faria ou já fez isso? Como seria a reação dos presenteados? Quais seriam os resultados para sua empresa?

Levantar esses questionamentos e refletir sobre isso é bem importante para apresentarmos o que estamos querendo dizer:

Terceiro Segredo para um Programa de Gift Card de Sucesso: Venda Corporativa

No terceiro e último capítulo da nossa série “Os Três Segredos para um Programa de Gift Card de Sucesso”, surge mais uma alternativa de usar o cartão que tanto falamos como ferramenta para agradar seu público e atrair maior faturamento ao final de cada mês: são as VENDAS CORPORATIVAS.

Provavelmente você já ouviu falar sobre “premiação corporativa”, e é exatamente aí que o gift card entra. Hoje, 60% das vendas de cartão-presente no Brasil acontecem justamente via canal corporativo. Um número bastante expressivo nesse cenário, tornando essa proposta bem atrativa para qualquer negócio.

Antes de partirmos para nossas dicas de como utilizar essa estratégia ao seu favor, inicialmente é preciso esclarecer como isso funciona para depois chegar ao ponto de como obter sucesso com mais esse segredo. Vamos lá?

Premiação Corporativa: O que é e como funciona

A premiação corporativa nada mais é do que uma forma de recompensa e incentivo de uma empresa a quem ela queira beneficiar. Isso envolve desde a equipe de funcionários, parceiros e os próprios clientes do negócio. Nessa hora, o cartão-presente – seja na versão física ou virtual – se encaixa como um meio para que essa proposta se concretize, possibilitando a premiação de forma ágil e segura através do que chamamos de “Programas de Premiação Corporativa”.

Portanto, a premiação corporativa permite que outras empresas adquiram o seu produto. E o mais legal é que essa premiação, como falamos, pode ser planejada e executada conforme a necessidade de cada empresa e do que ela considera ser um verdadeiro prêmio aos destinatários do presente. Então tudo funciona de acordo com a ideia de cada companhia que quer recompensar seus parceiros de alguma forma, e como já comentamos, o gift card está aí para ajudar a tornar isso mais fácil.

Compreendida essa necessidade, é hora de pensar em como vender essas premiações corporativas através do cartão-presente, de modo que os resultados sejam bons para todos os lados, tanto para sua empresa – que está oferecendo isso – quanto para quem está comprando o gift card e também as pessoas premiadas nesse incentivo. Prontos para tomar nota?

1. Treine sua equipe de vendas

Assim como já falamos nas outras propostas de programa de gift card, um bom planejamento em conjunto a eficientes treinamentos são meio passo para que tudo dê certo ao colocar suas ações em prática, inclusive ao oferecer seu cartão-presente como premiação corporativa. Portanto, aí vão algumas orientações:

Tenha um time treinado para receber e prospectar contatos de empresas que possam vir a ser parceiras e se interessem no seu programa de gift card focado em vendas corporativas. Atendimento e relacionamento são duas premissas super básicas para que seu programa funcione, ainda mais nesse âmbito B2B. Por isso é importante treinar seus funcionários para que eles executem a venda ativa do seu programa de gift card.

Outra dica interessante é oferecer descontos para compras em grandes lotes, isso ajuda a fidelizar empresas para que no futuro tornem-se clientes recorrentes e tornem essa receita muito representativa com o tempo, uma vez que a sua marca torna-se referência no mercado de gift card corporativos.

E antes de colocar tudo para funcionar, certifique-se de que a operação do gift card esteja 100%, garantindo que esse alto volume de clientes não tenham uma experiência ruim

2. Desenvolva parcerias comerciais 

Chegou até aqui mas ainda não tem ideia de como montar seu programa de gift card focado em premiações corporativas a seus parceiros? Dar uma olhada no trabalho de agências de incentivo pode ser uma ótima dica para planejar o passo a passo de como estimular as empresas a premiarem suas equipes.

Você pode estar pensando: “Ok, mas o gift card não serve simplesmente como um meio para as empresas colocarem créditos e assim premiarem seus colaboradores? O que preciso mais?”. Sim, o cartão-presente vem como um facilitador para dar uma premiação a quem cada empresa julga como merecedor, mas para que seu programa dê certo é preciso pensar estrategicamente antes como incentivar essas premiações.

Nessa hora, a dica de ouro é: tenha uma rede de agências parceiras que irão promover a sua marca e serão responsáveis pela venda do seus gift cards, oferecendo um comissionamento atrativo. Funciona assim: se o seu gift card custa R$ 100,00 a agência paga por exemplo, R$ 90,00. Os R$ 10,00 são utilizados para compra de espaços de divulgação, negociação com parceiros e comissionamento de equipe de vendas.

3. Fique por dentro de portais de compra corporativos

Para ilustrar a experiência de empresas que oferecem premiações corporativas, não podemos deixar de citar alguns cases com famosos programas em portais corporativos, conforme citamos anteriormente. Assim fica mais fácil de entender na prática como isso pode dar certo e gerar mais faturamento para as empresas que executam ações como essa.

Um exemplo disso é o portal Multiplus, da LATAM Airlines, rede de fidelidade onde o premiado acumula pontos realizando compras em diversos estabelecimentos cadastrados, como Ponto Frio, Netshoes e Hoteis.com. Somando esses pontos acumulados, o premiado pode resgatar diversos tipos de produtos e serviços disponíveis no portal. Como funciona? A compra do produto resgatado é feita pela própria Múltiplos junto aos fornecedores cadastrados (operação B2B). Assim o premiado é beneficiado com a premiação que a Múltiplos adquiriu e descontou dos pontos acumulados que o premiado possui.

Esses programas de premiações corporativas chegaram também aos maiores bancos aqui do Brasil. Itaú, Bradesco e Santander seguem ideias parecidas ao atuarem com programas vinculados às suas redes. Neles os premiados assinam os programas de premiação através do cartão de crédito. O objetivo é acumular pontos através do cartão do banco e acessar o portal para a troca de pontos, resgatando diversos tipos de produtos e serviços disponíveis no local. Assim como no exemplo acima, a compra do produto resgatado pelo premiado é feita em operação B2B.

Vale lembrar que existem programas com diferentes “categorias” de pontuação, podendo ser baixa – entre R$ 50 e 60, por exemplo – até valores mais significativos, sem haver limite. Analisar a ideia de portais como esses pode servir de inspiração para incentivar as empresas a oferecem premiações corporativas através do seu programa de gift card. Retomamos a importância de ter agências de incentivo como parceiras nesse momento, já que são elas que divulgam o cartão-presente da sua marca em portais de compra de cartão corporativo.

Aqui, a nossa dica de ouro também é super válida, pois quanto maior comissionamento você negociar com os portais, mais exposição sua marca vai ganhar dentro do site. A lógica é simples, as marcas que possuem mais destaque são sempre ou as mais populares, ou as que oferecem melhores condições comerciais.

4. Garanta uma operação escalável

Para garantir uma operação tecnicamente segura você precisa ter uma boa arquitetura de tecnologia desenvolvida em volta do seu programa. Vender e resgatar os gift cards precisa ser simples para o seu cliente final e também para sua rede de parceiros. Dessa forma, será possível escalar as vendas e manter o controle operacional das transações.

Os canais de venda precisam ter libertada para gerenciar os gift card, tanto os físicos, quanto os virtuais. Consultar Saldo, Extrato, Ativar Cartões, Consultar Resgates, Bloquear Cartão, são alguns exemplos de controles necessários para uma operação em grande escala. De nada adianta você ter uma excelente marca se a operação é engessada e não entrega uma boa experiência para quem faz parte dela.

5. Avalie possíveis resultados

Colocar um programa de gift card para funcionar é menos complexo do que você pensa, e para que os resultados comecem a surgir nessa ação, é preciso desde o primeiro momento estipular metas e ao mesmo tempo avaliar os possíveis resultados para se saber onde sua empresa quer chegar com isso. O que estamos querendo dizer neste último ponto é, considerando que esse terceiro “segredo” das vendas corporativas possui características bem particulares em relação aos modelos mais tradicionais que discutimos antes, pode ser necessário haver um maior cuidado em como essa operação irá funcionar.

Levando em conta que neste formato os cartões-presentes serão entregues através de premiações, diferente do processo padrão de compra/resgate feito pelos consumidores, é preciso calcular desde o início qual o retorno que será obtido com essa ação, ou pelo menos uma estimativa para dar sentido a essa alternativa de gift card. É bacana incentivar outras empresas a premiarem funcionários, colaboradores e parceiros, mas não esqueça de pensar nisso estrategicamente para premiar sua empresa junto através de resultados positivos.

Viu só como o cartão-presente pode ser um coringa nessas horas, se encaixando também como uma ferramenta para a realização de premiações corporativas? Agora que você conhece melhor essa solução e dicas de como isso pode funcionar em seu negócio, que tal esclarecer outras possíveis dúvidas e entender como as vendas corporativas podem ser aplicadas em um gift card para seus colaboradores?

Fale conosco e descubra como podemos ajudar você ter um programa de gift card corporativo completo.

gregório rados

Co-founder da Todo Cartões, coordenador do Ciclo Empreendedor e cozinheiro nas horas vagas. Há 8 anos criando operações de Gift Cards e Listas de Presente com nossos clientes e aprendendo o que dá certo (e o que não dá)!

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.